JavaScript is required to for searching.
Ignorar Links de Navegao
Sair do Modo de Exibio de Impresso
Notas de versão do Oracle Solaris 11     Oracle Solaris 11 Information Library (Portugu√™s (Brasil))
search filter icon
search icon

Informação sobre o documento

Prefácio

1.  Antes de começar

2.  Problemas de instalação

Erros de instalação

O Automated Installer falha ao instalar em sistemas com pouco espaço em disco e alta alocação de memória (7090030)

A inicialização do cliente AI falha com o erro wanboot.conf devido a umask restritivo (7052679)

SPARC: O Dispositivo de Rede e os Nomes do Dispositivo de Comunicação Foram Mapeados de Forma Incorreta Durante a Instalação do Texto (7097656)

O instalador de texto não permite a instalação do Oracle Solaris 11 em outra fatia na partição Solaris2 existente (7091267)

A passagem de um diretório para um comando zoneadm install elimina perfis com nomes duplicados nessa árvore (7093399)

Os manifestos do Automated Installer estão instalados de forma legível mundialmente (7097115)

A adição de novos elementos com o comando aimanifest falhará se o próximo elemento direto estiver ausente (7093788)

O Automated Installer baseado em rede falha na plataforma x2100 com drivers nge (6999502)

Os aplicativos sysconfig e instalador de texto são encerrados inesperadamente nas telas de fuso horário (7026383)

O Automated Installer falha ao corresponder discos de destino ao usar disco de inicialização de caminho duplo (7079889)

A descoberta da topologia de disco FMA talvez não manipule a configuração com discos de conexão direta e virtuais misturados (7093885)

O critério de nome de host deve corresponder exatamente ao nome de host retornado pelo cliente para selecionar perfil (7098861)

O instalador de texto é exibido em inglês quando é escolhido outro idioma (7095437)

Oracle VM Server para SPARC: a inicialização WAN em uma instalação automatizada de domínios convidados é mais lenta em firmware mais antigo do sistema (6969316)

Vários conflitos de nome de serviço AI em servidores AI (7042544)

installadm create-service cria configuração DHCP com falha quando o DNS não está habilitado (7087888)

txzonemgr não pode clonar uma região com rótulo(7107525)

Problemas relacionados a hardware

O sistema pode disparar um alerta com entradas de BIOS incorretas para o gerenciamento de energia de CPU (7096091)

SPARC: o sistema requer atualização do firmware para inicializar o Oracle Solaris 11 (7058642)

3.  Problemas de tempo de execução

4.  Problemas de atualização

Erros de instalação

Os erros a seguir podem ocorrer durante ou após a instalação do Oracle Solaris 11.

O Automated Installer falha ao instalar em sistemas com pouco espaço em disco e alta alocação de memória (7090030)

Durante a instalação do Oracle Solaris 11 usando o AI (Automated Installer), poderá haver uma falha se o sistema tiver mais RAM física do que espaço em disco. O espaço alocado para dispositivos de permuta e despejo poderá reduzir o espaço disponível para a instalação do Oracle Solaris. A seguinte mensagem de erro pode ser exibida:

ImageInsufficentSpace: Insufficient disk space available (??.? GB) for
estimated need (??.? GB) for Root filesystem

Solução alternativa: escolha uma das seguintes opções:

Para obter mais informações sobre como editar o manifesto AI, consulte a página man ai_manifest(4).

A inicialização do cliente AI falha com o erro wanboot.conf devido a umask restritivo (7052679)

Durante a criação de um serviço de instalação, se umask estiver definido como um valor restritivo, o serviço de instalação será criado com arquivos de configuração que não podem ser acessados pelo cliente AI. Isso poderá causar a falha do cliente AI com o seguinte erro wanboot:

{0} ok boot net:dhcp - install
Boot device: /pci@400/pci@2/pci@0/pci@6/network@0:dhcp  File and args: -
install1000 Mbps full duplex Link up
Timed out waiting for BOOTP/DHCP reply
HTTP: Bad Response: 500 Internal Server Error
(wanboot.conf error: Can't open configuration file)
ERROR: boot-read fail

Boot load failed.

{0} ok

Solução alternativa: escolha uma das seguintes opções:

SPARC: O Dispositivo de Rede e os Nomes do Dispositivo de Comunicação Foram Mapeados de Forma Incorreta Durante a Instalação do Texto (7097656)

Quando você instala o Oracle Solaris 11 usando o instalador de texto com a opção de configuração manual de rede selecionada, o mapeamento entre os nomes de redes e os dispositivos de comunicação é feito de forma incorreta.

Por exemplo, na tela Configuração Manual de Rede, os nomes de redes e os nomes dos dispositivos de comunicação são mapeados da seguinte maneira:

net0 (igb2) 
net1 (igb3) 
net2 (igb0) 
net3 (igb1) 
net4 (usbecm2)

Neste exemplo, você poderia selecionar o dispositivo igb0, que é net2. No entanto, após a instalação, o dispositivo igb0 poderia ser mapeado como net0. Como resultado dessa incompatibilidade, a conectividade da rede é perdida após a instalação.


Observação - Esse problema foi resolvido no Oracle Solaris 11 patch (SRU versão 3). Se você usar imagens SRU3 inicializáveis para x86 ou SPARC, não terá esse problema.


Solução alternativa: Para resolver esse problema, execute as seguintes etapas:

  1. Durante a instalação, selecione a opção 3 (shell) no menu inicial do instalador de texto.


    Observação - Você deve sair do instalador de texto para retornar ao menu inicial.


  2. No prompt do shell, digite os comandos a seguir.

    # svcadm restart datalink-management:default
    # dladm show-phys -L
    # exit
  3. Vá para o menu inicial e selecione a opção 1 para instalar o Oracle Solaris 11.

    A tela Configuração Manual de Rede agora mostra o mapeamento correto.

O instalador de texto não permite a instalação do Oracle Solaris 11 em outra fatia na partição Solaris2 existente (7091267)

O instalador de texto não permite a instalação do Oracle Solaris em uma fatia dentro de uma partição Solaris2 existente. Esse problema ocorrerá somente se você tiver selecionado a opção para preservar dados em outra fatia ou conjunto de fatias da mesma partição.

A tela Selecionar fatia na partição fdisk do instalador de texto exibe uma fatia existente na partição Solaris2 como tendo o tipo rpool. Você não pode usar a tecla F5 para alterar o tipo de uma fatia não utilizada para rpool.

A menos que você queira destruir dados na fatia rpool existente, é necessário sair do instalador. Esse problema não afeta outras alterações no sistema.

Solução alternativa: para usar o instalador de texto, você deve instalar o Oracle Solaris em um disco separado. Você poderá instalar em outra fatia com espaço livre em uma partição Solaris2 existente usando o AI (Automated Installer) com um manifesto personalizado. O manifesto AI personalizado especifica a fatia a ser usada para a instalação.

Por exemplo, para instalar o Oracle Solaris em um pool raiz s11-rpool na fatia 7 de uma partição Solaris2 existente, especifique o seguinte na seção targets do manifesto AI personalizado:

<target>
    <disk>
        <disk_name name="c3d0" name_type="ctd"/>
            <partition action="use_existing_solaris2">
                <slice name="7" in_zpool="s11-rpool">
                <size val="6144mb"/>
                </slice>
            </partition>
    </disk>
    <logical>
        <zpool name="s11-rpool" is_root="true">
            <filesystem name="export" mountpoint="/export"/>
            <filesystem name="export/home"/>
            <be name="solaris"/>
        </zpool>
    </logical>
</target>

A passagem de um diretório para um comando zoneadm install elimina perfis com nomes duplicados nessa árvore (7093399)

O comando zoneadm install tem uma opção -c que pode interpretar um diretório como um parâmetro. Esse diretório pode conter subdiretórios com perfis de configuração do sistema contidos neles.

Devido à simplificação da estrutura de diretórios, se houver arquivos com o mesmo nome dentro da estrutura, somente um desses arquivos será copiado na região instalada.

Por exemplo, suponha que você tenha a seguinte árvore de diretórios:

directory-name/profiles1/sc_profile.xml
directory-name/profiles2/sc_profile.xml
directory-name/profiles3/sc_profile.xml

Suponha que você execute o seguinte comando zoneadm install:

# zoneadm -z zone install -c directory-name

Os arquivos na estrutura de diretórios são copiados para a nova região como se você emitisse os seguintes comandos em sequência:

# cp directory-name/profiles1/sc_profile.xml \ zoneroot/etc/svc/profile/site/sc_profile.xml
# cp directory-name/profiles2/sc_profile.xml \ zoneroot/etc/svc/profile/site/sc_profile.xml
# cp directory-name/profiles3/sc_profile.xml \ zoneroot/etc/svc/profile/site/sc_profile.xml

Com isso, cada cópia subsequente substitui a cópia anterior, deixando somente um arquivo. Portanto, o sistema não está corretamente configurado após a instalação.

Solução alternativa: assegure-se de que cada arquivo, independentemente de sua localização na árvore de diretórios, tenha um nome exclusivo, para que os perfis não substituam uns aos outros quando copiados. Por exemplo, suponha a seguinte estrutura de diretórios:

directory-name/profiles1/sc_profile_a.xml
directory-name/profiles2/sc_profile_b.xml
directory-name/profiles3/sc_profile_c.xml

A execução do comando zoneadm copia o arquivo na região da seguinte forma:

zoneroot/etc/svc/profile/site/sc_profile_a.xml
zoneroot/etc/svc/profile/site/sc_profile_b.xml
zoneroot/etc/svc/profile/site/sc_profile_c.xml

Os manifestos do Automated Installer estão instalados de forma legível mundialmente (7097115)

Os arquivos de manifesto XML utilizados pelo Automated Installer podem ser lidos por qualquer usuário no servidor do Automated Installer. Esses arquivos são abertamente acessíveis pela rede através do serviço de manifesto HTTP do Automated Installer. As senhas fornecidas como parte do manifesto de configuração não são seguras.

Solução alternativa: escolha uma das seguintes opções:

A adição de novos elementos com o comando aimanifest falhará se o próximo elemento direto estiver ausente (7093788)

Os manifestos do Automated Installer são modificados a partir de um script de Manifesto Derivado com o comando aimanifest (1M).

Na adição de um novo elemento ou uma subárvore a um manifesto AI usando o subcomando add ou load de aimanifest(1M), o novo elemento ou a raiz da subárvore poderá ser incorretamente colocada entre seus elementos irmãos. Se todas as condições a seguir forem atendidas, o novo elemento ou a raiz da subárvore será adicionada ao final da lista de elementos irmãos, mesmo que não seja o lugar correto:

Com isso, poderá haver falha na validação do manifesto. Você poderá ver uma mensagem de erro semelhante ao executar o AI no arquivo /system/volatile/install_log como uma falha do ponto de verificação DMM (módulo de manifesto derivado):

16:48:04: aimanifest: INFO: command:add, 
path:/auto_install/ai_instance/
target/logical/zpool[@name=rpool]/filesystem@name, 
value:zones

16:48:04:    aimanifest: INFO: cmd:success, 
validation:Fail, 
node:/auto_install[1]/ai_instance[1]/
target[1]/logical[1]/zpool[1]/filesystem[1]

16:48:05  Derived Manifest Module: script completed successfully

16:48:05  Derived Manifest Module: Manifest header refers to no DTD.

16:48:05  Derived Manifest Module: Validating against DTD: 
/usr/share/install/ai.dtd.1

16:48:05  Validation against DTD 
/usr/share/install/ai.dtd.1] failed

16:48:05 /system/volatile/manifest.xml:6:0:ERROR:VALID:DTD_CONTENT_MODEL: 
Element zpool content does not follow the DTD, 
expecting 
(vdev* , filesystem* , zvol* , pool_options? , dataset_options? , be?), 
got (be filesystem )

16:48:05 Derived Manifest Module: Final manifest failed XML validation

16:48:05 Error occurred during execution of 'derived-manifest' checkpoint.

16:48:05 Aborting: Internal error in InstallEngine

ERROR: an exception occurred.

Derived Manifest Module: Final manifest failed XML validation

Solução alternativa: monte o manifesto AI em uma ordem diferente ou com uma série diferente de subcomandos add ou load, de forma que esses novos elementos ou subárvores sejam adicionados na ordem correta. A ordem é determinada pelos arquivos DTD no diretório /usr/share/install. Os seguintes arquivos DTD são usados para validar manifestos AI:

Adicione todos os elementos de origem antes de adicionar elementos de espelho. Por exemplo, se você estiver configurando os elementos de origem e de espelho de um editor, o arquivo software.dtd.1 terá a linha a seguir indicando que os elementos de espelho devem vir depois dos elementos de origem:

<!ELEMENT publisher (origin+, mirror*)>

O Automated Installer baseado em rede falha na plataforma x2100 com drivers nge (6999502)

Se você usar o Automated Installer baseado em rede para instalar o Oracle Solaris em uma plataforma x2100 com um driver nge , a seguinte mensagem de erro poderá ser exibida após um longo período:

kernel$ /s11-173-x86/platform/i86pc/kernel/$ISADIR/unix -B install_media=http://
$serverIP:5555//install/images/s11-x86,install_service=s11-173-x86,install_svc_address=
$serverIP:5555
loading '/s11-173-x86/platform/i86pc/kernel/$ISADIR/unix -B install_media=http://
$serverIP:5555//install/images/s11-x86,install_service=s11-173-x86,install_svc_address=
$serverIP:5555'
module$ /s11-173-x86/platform/i86pc/$ISADIR/boot-archive
loading ' /s11-173-x86/platform/i86pc/$ISADIR/boot-archive' ...

Error 20: Mulitboot kernel must be loaded before modules

Press any key to continue...

Isso é um problema com a instalação PXE no BIOS x2100 com o driver nge. Esse problema ocorre no BIOS versão 1.1.1 e posteriores.

Solução alternativa: escolha uma das seguintes soluções para instalar o Oracle Solaris em uma plataforma x2100 com um driver nge:

Os aplicativos sysconfig e instalador de texto são encerrados inesperadamente nas telas de fuso horário (7026383)

Os aplicativos sysconfig e instalador de texto poderão ser encerrados de forma inesperada nas telas de fuso horário se você executar uma destas operações:

Esse problema ocorre somente quando você seleciona uma das seguintes regiões de fuso horário:


Observação - As seleções feitas antes do encerramento dos aplicativos não são salvas.


Solução alternativa: para evitar esse comportamento, não tente sair desses aplicativos nas telas de fuso horário. Use as seguintes soluções alternativas:

O Automated Installer falha ao corresponder discos de destino ao usar disco de inicialização de caminho duplo (7079889)

Se você instalar o SO Oracle Solaris em um disco de inicialização FC de caminho duplo, a instalação falhará com os seguintes erros:

2011-08-16 18:41:38,434   InstallationLogger.target-selection DEBUG
Traceback (most recent call last):  
File "/usr/lib/python2.6/vendor-packages/solaris_install/auto_
install/checkpoints/target_selection.py", line 3419, in execute
self.select_targets(from_manifest, discovered, dry_run)

2011-08-16 18:41:38,642 InstallationLogger INFO
Automated Installation Failed 

2011-08-16 18:41:38,693 InstallationLogger INFO 
Please see logs for more information 

2011-08-16 18:41:38,743 InstallationLogger DEBUG 
Shutting down Progress Handler 

Solução: desconecte um dos cabos SAS JBOD de dois caminhos.

A descoberta da topologia de disco FMA talvez não manipule a configuração com discos de conexão direta e virtuais misturados (7093885)

O processo de descoberta e enumeração da topologia de disco FMA (arquitetura de gerenciamento de falhas) pode não manipular corretamente as configurações com a combinação de discos de conexão direta e virtuais. Com isso, as unidades de conexão direta não ficam visíveis ao utilitário de instalação Automated Installer.

Solução alternativa: use os utilitários de instalação Text ou Live Installer do Oracle Solaris 11 para fazer a instalação, já que todas as unidades de disco estão disponíveis para seleção.

O critério de nome de host deve corresponder exatamente ao nome de host retornado pelo cliente para selecionar perfil (7098861)

Quando é usado o AI (Automated Installer) para instalar um cliente, um perfil de configuração do sistema personalizado talvez não seja aplicado caso esteja associado ao critério hostname. O cliente AI poderá receber um nome de domínio totalmente qualificado ou um nome de host não qualificado dependendo de como os serviços de nome estejam configurados na rede. Se o critério hostname especificado durante a criação de perfil não corresponder exatamente ao valor hostname no cliente, qualquer tentativa de corresponder o perfil falhará.

Se o perfil for denominado profile-name e a linha a seguir não estiver no arquivo de log ai_sd_log, o perfil não será encontrado:

SC profile locator: Processing profile profile-name

Observação - O arquivo de log ai_sd_log fica no diretório /system/volatile antes da reinicialização do cliente e no diretório /var/sadm/system/logs após a reinicialização.


Solução alternativa: para verificar se o problema é causado por uma incompatibilidade de nomes de host entre o servidor e o cliente AI, procure a seguinte sequência no arquivo de log ai_sd_log:

hostname=hostname

O instalador de texto é exibido em inglês quando é escolhido outro idioma (7095437)

Quando é usado o instalador de texto em um equivalente do console físico, como um KVM remoto baseado na Web ou um console VirtualBox, o instalador exibe o texto em inglês, mesmo que você tenha escolhido outro idioma durante a inicialização a partir da mídia de instalação. O instalador exibe o texto em inglês para evitar uma exibição distorcida de caracteres não ASCII.

O instalador de texto exibe texto localizado somente em um equivalente do console serial, por exemplo, um console de serviço baseado em SSH ou telnet.

Solução alternativa: nenhuma.

Oracle VM Server para SPARC: a inicialização WAN em uma instalação automatizada de domínios convidados é mais lenta em firmware mais antigo do sistema (6969316)

Os usuários de servidores SPARC série T Oracle poderão perceber a inicialização WAN mais lenta durante uma instalação automatizada, usando o AI (Automated Installer), de um domínio convidado se estiverem usando uma versão mais antiga do firmware do sistema.

Solução alternativa: para o firmware do sistema 8.x, você precisa pelo menos da versão 8.1.1.b ou superior. Para o firmware do sistema 7.x, você precisa pelo menos da versão 7.4.0.d ou superior.

A lista a seguir mostra as plataformas e a versão de firmware necessária. Para obter mais informações sobre a versão específica do firmware do sistema, consulte as Notas de versão do Oracle VM Server para SPARC.

O firmware do sistema 8.x suporta as seguintes plataformas:

O firmware do sistema 7.x suporta as seguintes plataformas:

As plataformas a seguir não têm a versão de firmware necessária disponível.

Vários conflitos de nome de serviço AI em servidores AI (7042544)

Em servidores AI configurados para atender várias redes, o daemon mdns poderá avisar que instâncias idênticas de nomes de serviço AI estão registradas. A seguinte mensagem de erro pode ser exibida:

mDNSResponder: [ID 702911 daemon.error] 
Client application registered 2 identical instances of service some-service._
OSInstall._tcp.local. port 5555.

mDNSResponder: [ID 702911 daemon.error] 
Excessive name conflicts (10) for some-service._
OSInstall._tcp.local. (SRV); rate limiting in effect 

Observação - Os clientes AI ainda podem obter as informações de instalação necessárias.


Solução alternativa: para evitar vários conflitos de nome de serviço AI, defina a propriedade exclusion ou inclusion para o serviço SMF svc:/system/install/server:default.

O exemplo a seguir mostra como definir as propriedades all_services/exclude_networks e all_services/networks para incluir todas as redes que foram configuradas no sistema.

# svccfg -s svc:/system/install/server:default \ setprop all_services/exclude_networks = false

# svccfg -s svc:/system/install/server:default \ delprop all_services/networks #1.#1.#1.#1/#1

# svccfg -s svc:/system/install/server:default \ delprop all_services/networks #2.#2.#2.#2/#2

...

# svccfg -s svc:/system/install/server:default \ addprop all_services/networks 0.0.0.0/0

# svcadm refresh svc:/system/install/server:default
# svcadm restart svc:/system/install/server:default

#1.#1. #1.#1/#1 e #2.#2. #2.#2/#2 são os endereços IP das interfaces de rede que foram configuradas.

installadm create-service cria configuração DHCP com falha quando o DNS não está habilitado (7087888)

Na criação de um novo serviço de instalação com a configuração DHCP opcional, se o serviço installadm precisar criar um novo servidor DHCP quando um cliente DNS não estiver configurado, o serviço installadm gerará um arquivo de configuração DHCP incompleto.

O comportamento ocorre porque o serviço installadm adiciona rótulos extras às informações de configuração de DNS no arquivo de configuração DHCP. Entretanto, os valores de rótulos adicionais não estão disponíveis para uso na configuração DHCP.

Com um arquivo de configuração incompleto, o serviço DHCP poderá não atingir um estado online e será resolvido como um estado de manutenção. A seguinte mensagem de erro pode ser exibida:

Name services are not configured for local DHCP server.
Manual configuration will be required, please see dhcpd(8) for further information.

Solução alternativa: para alternar o servidor DHCP local para o estado online, execute estas etapas:

  1. Modifique o arquivo /etc/inet/dhcpd4.conf e remova as seguintes linhas:

    option domain-name;
    option domain-name-servers;
  2. Digite o seguinte comando para reiniciar o servidor DHCP:

    # svcadm clear svc:/network/dhcp/server:ipv4

    O comando svcadm com a opção restart altera o servidor DHCP para um estado online e inicia as operações de instalação automatizadas. Você poderá verificar o estado do servidor DHCP com o seguinte comando:

    # svcs -Ho state svc:/network/dhcp/server:ipv4

Observação - Outras operações create-service não são afetadas por essa falha e não requerem soluções adicionais.


txzonemgr não pode clonar uma região com rótulo(7107525)

Após a clonagem de uma região com rótulo, a região falha na inicialização. O motivo dessa falha é que o conjunto de dados do sistema de arquivos /var é rotulado como ADMIN_LOW, e não com o rótulo da região. Portanto, ele não pode ser montado como read-write na região. A seguinte mensagem de erro é exibida:

ERROR: Cannot boot zone. The system was unable to verify that the zone 
doesn't contain old or incompatible packages within the zone.

Use o comando zfs list para determinar o nome do conjunto de dados correspondente ao sistema de arquivos /var da região. Em seguida, digite o seguinte comando:

# zfs set mlslabel=none var-dataset

onde var-dataset é o nome do conjunto de dados correspondente.