B Caracteres Especiais

As senhas, senhas do proxy e valores de parâmetros de comandos do Oracle Enterprise Performance Management Cloud podem conter caracteres especiais. Talvez seja necessário um tratamento especial do EPM Automate para entender esses caracteres.

Os exemplos nesta seção usam uma senha de amostra para ilustrar o uso de caracteres especiais.

A Oracle recomenda que você inclua entre aspas duplas os pares de parâmetro e valor.

Windows

Esses caracteres especiais devem ser evitados usando aspas duplas (") ao redor do caractere especial ou ao redor do valor do parâmetro que contém o caractere especial.

Nota:

Não é possível executar o EPM Automate de uma pasta que contenha & em seu nome; por exemplo, C:\Oracle\A&B.

Tabela B-1 Manuseio de Caracteres Especiais: Windows

Caractere Descrição Exemplo com Escape
) Parênteses de fechamento
  • Example")"pwd1 ou
  • "Example)pwd1"
< Menor que
  • Example"<"pwd1 ou
  • "Example<pwd1"
> Maior que
  • Example">"pwd1 ou
  • "Example>pwd1"
& E comercial
  • Example"&"pwd1 ou
  • "Example&pwd1"
| Barra vertical
  • Example"|"pwd1 ou
  • "Example|pwd1"
" Aspas
  • Example"""pwd1 ou
  • "Example"pwd1"

Uso do Ponto de Exclamação em Senhas de Texto sem Formatação em Arquivos de Lote do Windows

O uso do ponto de exclamação (!) em senhas de texto simples em arquivos de lote do Windows utilizados com o EPM Automate deve ser tratado da seguinte forma:

  1. Use dois símbolos de circunflexo (^^) antes do ponto de exclamação como caractere de escape. Por exemplo, se a senha for Welc0me!, codifique-a como Welc0me^^!
  2. Atualizar o arquivo de lote para definir DisableDelayedExpansion no início do arquivo incluindo a declaração a seguir:

    setlocal DisableDelayedExpansion

  3. Remova a declaração setlocal EnableExtensions EnableDelayedExpansion, se existir, do script.

UNIX/Linux

Nos sistemas operacionais UNIX e Linux, os caracteres especiais devem ser representados usando uma barra invertida (\).

Nota:

  • Para o caractere de escape ! (ponto de exclamação), use uma aspa simples ao redor da senha ou use a barra invertida (\) como o caractere de escape.
  • Para representar os caracteres \, $, ' e ", use aspas duplas no começo e no fim da senha ou use a barra invertida (\) como o caractere de escape.

Tabela B-2 Manuseio de Caracteres Especiais: UNIX/Linux

Caractere Descrição Exemplo com Escape
( Parênteses de abertura Example\(pwd1
) Parênteses de fechamento Example\)pwd1
< Menor que Example\<pwd1
> Maior que Example\>pwd1
` Apóstrofo Example\'pwd1
! ponto de exclamação
  • 'Example!pwd1' or
  • Example\!pwd1
# Cerquilha Example\#pwd1
& E comercial Example\&pwd1
| Barra vertical Example\|pwd1
; Ponto-e-vírgula Example\;pwd1
. Ponto Example\.pwd1
" Aspas
  • Example\"pwd1 ou
  • "Example\"pwd1"
' Aspas simples
  • Example\'pwd1 ou
  • "Example\'pwd1"
$ Cifrão
  • Example\$pwd1 ou
  • "Example\$pwd1"
\ Barra invertida
  • Example\\pwd1 ou
  • "Example\\pwd1"

Uso de Ponto de Exclamação em Senhas de Texto sem Formatação em Scripts UNIX ou Linux

Em scripts UNIX/Linux, se uma senha do EPM Automate armazenada em uma variável de shell contiver caracteres especiais, use três barras invertidas como a sequência de escape e coloque a string entre aspas duplas. Por exemplo, a senha lzi[ACO(e*7Qd)jE incluída na variável de shell password deve ser colocada em script desta maneira:

password="lzi[ACO\\\(e*7Qd\\\)jE"