Testando o DNS com a Ferramenta dig do BIND

Usando a ferramenta de linha de comando Domain Information Groper (dig), você pode testar a delegação na qual seu domínio está hospedado e verá imediatamente se a alteração ocorreu sem levar em conta o cache ou TTL (Time to Live) que você configurou.

Observação

Os usuários do Windows podem fazer download da ferramenta no site do BIND. Use o Terminal para acessar o dig nos sistemas Linux e Macintosh.

Usando o dig

Antes de usar a ferramenta dig do BIND, você deve acessar ou instalar o dig no sistema. Após ter acesso ao dig, você poderá usá-lo para testar seu DNS.

Para acessar o dig (Mac)
  1. Na pasta Aplicativos, abra a pasta Utilitários e selecione Terminal.
  2. Quando o Terminal estiver aberto, digite um comando dig usando um nome de host que você deseja pesquisar.
Para instalar o dig (Windows)
  1. Vá para o site do BIND e faça download da versão mais atual e estável do BIND.

    Observação

    O BIND suporta sistemas Windows de 32 e de 64 bits. Confirme qual versão do Windows você está usando e faça download da versão correta do BIND. Veja a documentação da Microsoft para determinar qual versão do Windows você está usando.
  2. Extraia o arquivo de download e instale o BIND no seguinte diretório: C:\Program Files\ISC BIND 9. Marque a caixa de seleção Somente Ferramentas.
  3. Depois que o BIND for instalado, no menu Windows, abra o Painel de Controle e, em seguida, abra as Propriedades do sistema.
  4. Na guia Avançado, clique em Variáveis de Ambiente.
  5. Em Variáveis do Sistema, selecione Caminho e clique em Editar.
  6. No final do caminho na janela Editar Variável de Sistema, adicione C:\Program Files\ISC BIND 9\bin e, em seguida, clique em OK.
  7. Na janela Editar Variáveis, clique em OK. Na janela Propriedades do sistema, clique em OK.

Para abrir o Prompt de Comando

Para as versões 8 -10 do Windows:

  1. Clique no ícone do menu do Windows:
  2. No campo Pesquisar, digite CMD.
  3. Clique em Prompt de Comando.

Para a versão 7 do Windows:

  1. No menu Iniciar, clique em Executar.
  2. Digite CMD e clique em OK.
Para usar o dig para testar seu DNS
  1. Abrir Terminal (Mac e Linux) ou Prompt de Comando (Windows).
  2. Digite dig <any hostname> e pressione Enter.

São retornadas as seguintes informações:

Captura de tela que mostra a saída para dns dig

  • Seção de perguntas: A consulta feita ao DNS. Neste exemplo, perguntamos qual é o primeiro registro A disponível para o nome do host, oracle.com.
  • Seção de respostas: A primeira resposta disponível para a consulta feita ao DNS. Neste exemplo, recebemos o registro A para o endereço IP 137.254.16.101.
  • Seção de autoridade: Os servidores de nome confiáveis dos quais a resposta à consulta foi recebida. Esses servidores de nome contêm as zonas de um domínio.
  • Seção adicional: Informações adicionais das quais o resolvedor pode precisar, mas não a resposta à consulta.

Comandos dig

Comando Descrição Exemplo
dig [hostname] Retorna qualquer registro A encontrado na zona do nome do host consultado. dig oracle.com
dig [hostname] [record type] Retorna os registros desse tipo encontrados na zona do nome do host consultado. dig oracle.com MX
dig [hostname] +short Fornece uma breve resposta, geralmente apenas um endereço IP. dig oracle.com +short
dig @[nameserver address] [hostname] Consulta o servidor de nome diretamente, em vez do resolvedor de seu ISP. dig @dnsmaster6.oracle.com
dig [hostname] +trace A adição de +trace instrui o dig a resolver a consulta com base no servidor de nome raiz de forma reversa e a reportar os resultados de cada etapa de consulta. dig dyn.com +trace
dig -X [IP address] Pesquisa reversa de endereços IP. dig -X 137.254.16.101
dig [hostname] any Retorna todos os registros para um nome de host. dig oracle.com any