Criação de um Aplicativo

Siga estas etapas para criar um aplicativo.

  1. Se você adquiriu o EPM Cloud antes de 4 de junho de 2019, faça logon e clique em Iniciar, abaixo de Finanças, clique em Planning and Budgeting e selecione Enterprise.
    Se você adquiriu o Serviço EPM Standard Cloud ou Serviço EPM Enterprise Cloud após 4 de junho de 2019, faça logon e clique em Selecionar abaixo de Planejamento, clique em Iniciar para criar um processo de negócios de Planejamento e selecione Módulo. Para obter mais informações, consulte Novos Serviços do EPM Cloud em Introdução ao Oracle Enterprise Performance Management Cloud para Administradores para se familiarizar com os novos serviços.
  2. Informe o nome e a descrição do aplicativo e clique em Próximo.
  3. Especifique essas informações, observando que somente o suporte para o planejamento mensal está disponível.
    • Período — Selecione se deseja configurar o calendário para o planejamento de 12 meses ou 13 períodos. Para obter informações sobre o planejamento de 13 períodos, consulte Sobre Calendários de 13 Períodos.

    • Anos de Início e de Término — Anos a serem incluídos no aplicativo. Certifique-se de incluir o ano que contém os valores reais históricos para fins de planejamento e análise. Por exemplo, para um aplicativo que inicia em 2020, selecione 2019 como o ano de início, de forma que os valores reais mais recentes estejam disponíveis para fins de definição de tendências e geração de relatórios.

    • Para calendários de 12 períodos, selecione estas opções:
      • Primeiro Mês do Ano Fiscal — Mês no qual o ano fiscal inicia

      • Distribuição Semanal — Define o padrão de distribuição mensal de acordo com o número de semanas fiscais em um mês.

    • Para calendários de 13 períodos, selecione estas opções:
      • Distribuição—Defina a distribuição dos períodos dentro dos trimestres, indicando qual trimestre tem quatro períodos. (Em um calendário de 13 períodos, três trimestres têm três períodos e um trimestre tem quatro períodos.)

        Por exemplo, ao selecionar 3-3-3-4, o período adicional será incluído no 4º trimestre.

      • Ano Fiscal Termina em — Defina o fim do ano fiscal selecionando o Dia da Semana e informe se o fim do ano fiscal será a Última Ocorrência no Ano Fiscal ou Mais Próximo do Último Dia do Ano Fiscal no mês selecionado.
      • Adicionar Semana Extra ao Período Fiscal—Selecione qual período deve ter cinco semanas. Com o planejamento de 13 períodos, cada período dura exatamente quatro semanas (exceto a cada cinco ou seis anos, quando um período tem cinco semanas).

      Essas opções determinam em qual ano a 53ª semana ocorrerá e como as fórmulas dos membros do sistema são calculadas.

      Por exemplo, se você definir o fim do ano fiscal como Sexta-feira, a Última Ocorrência do Ano Fiscal em Dezembro e selecionar 13 em Adicionar Semana Extra ao Período Fiscal, o calendário será criado como 27 de dezembro de 2019, que é a última sexta-feira de dezembro de 2019, como o último dia do ano fiscal. Com base nessa data, os calendários dos anos subsequentes são configurados conforme um calendário de 13 períodos, adicionando ao 13º período a semana extra que ocorre a cada poucos anos.


      Criação de Opções de Aplicativo para aplicativos de 13 períodos

      Com base nas seleções deste exemplo, o FY19 tem 52 semanas: 13 períodos com quatro semanas cada. FY20 também tem apenas 52 semanas: 13 períodos com quatro semanas cada. FY21 tem 53 semanas. Como optamos por adicionar a semana extra ao período 13, a quinta semana está no último período (27 de novembro a 31 de dezembro).

      Depois de criar o aplicativo, você pode visualizar o calendário e ver as datas de cada período. Para fazer isso, clique em Aplicativo na página inicial e em Visão Geral. Em seguida, clique em Ações e em Visualização de Calendário de 13 Períodos. Na parte superior, você pode selecionar o calendário do ano para visualizar. Este é o calendário do FY21 para o exemplo descrito. Observe a quinta semana do P13 (27 de novembro a 31 de dezembro):


      Visualização de Calendário de 13 Períodos com 53 semanas
    • Moeda Principal — Para um aplicativo de várias moedas, esta é a moeda de relatório padrão e a moeda com base na qual as taxas de câmbio são carregadas.

    • Várias Moedas — O suporte a várias moedas é fornecido pela dimensão Moeda e permite o planejamento em diferentes moedas.

      Se você selecionar Várias Moedas, um membro chamado Nenhum(a) <Membro> (por exemplo: Nenhuma Entidade, Nenhum Período, Nenhuma Versão) será adicionado a todas as dimensões para armazenar informações de moeda. Não é possível editar ou excluir esse membro.

      Tabela 2-1 Vídeo

      Sua Meta Assista a este Vídeo

      Saiba como configurar várias moedas.

      ícone de vídeo Configuração de Várias Moedas no Oracle Enterprise Planning Cloud.

      Para obter mais informações, consulte Sobre Várias Moedas Simplificadas.

    • Prefixo—Em aplicativos de 13 períodos, defina o prefixo para períodos. O padrão é TP. Se você mantiver o padrão, os períodos serão chamados TP1, TP2 e assim por diante.
    • Nome do Cubo de Entrada — Nome do cubo de entrada de dados (armazenamento em bloco). Posteriormente, não será possível alterar o nome do cubo.
    • Nome do Cubo de Relatório — Nome do cubo de relatório (armazenamento agregado). Posteriormente, não será possível alterar o nome do cubo.

    • Sandboxes — Quando você cria um aplicativo, é criado um cubo de armazenamento em bloco, que pode ser habilitado para sandboxes selecionando a opção Sandboxes.

      Se você criar um cubo de armazenamento em bloco personalizado, poderá usar sandboxes nesse cubo. Ao criar um cubo personalizado, selecione Habilitar Sandboxes. (Os sandboxes não são permitidos nos cubos criados por padrão para os módulos.) Para saber mais sobre a configuração e o uso de sandboxes, consulte Administração do Planning e Como Trabalhar com Planejamento .

  4. Clique em Próximo e, em seguida, clique em Criar.
Para obter mais detalhes sobre a criação de aplicativos, consulte Administração do Planning .