Instâncias Expansíveis

Instância expansível é uma instância de máquina virtual (VM) que fornece um nível de linha de base de desempenho da CPU com a capacidade de expandir para um nível mais alto para suportar picos ocasionais no uso.

As instâncias expansíveis são projetadas para cenários em que uma instância geralmente está ociosa ou tem baixa utilização de CPU com picos ocasionais de uso. Elas são ideais também para cargas de trabalho reduzidas que não exigem um núcleo completo. Por exemplo:

  • Microsserviços
  • Ambientes de desenvolvimento e teste
  • Ferramentas de integração e entrega contínuas (CI/CD)
  • Monitorando sistemas
  • Sites estáticos

Como as Instâncias Expansíveis Funcionam

As instâncias expansíveis são capazes de sustentar cargas de trabalho executadas em uma fração de CPUs na maior parte do tempo e podem ser expandidas até as CPUs completas por um período limitado.

Ao criar uma instância expansível, você especifica a contagem total de OCPUs (ou núcleos de CPU) e a utilização de CPU da linha de base. A utilização da linha de base é uma fração de cada núcleo de CPU, 12.5% ou 50%. A linha de base fornece o mínimo de CPUs que podem ser usadas constantemente.

Quando necessário, a instância pode usar mais que a CPU de linha de base, até o total de OCPUs provisionadas. Esse uso acima da linha de base é chamado de expansão, porque acontece automaticamente e por curtos períodos.

Para uma instância com 1 OCPU, uma linha de base de 12.5% significa que 12.5% do núcleo da CPU está disponível para uso da linha de base, com uma expansão máxima de 100% do núcleo de 1 CPU. Para uma instância com 64 OCPUs, a mesma linha de base de 12.5% significa que 12.5% dos 64 núcleos de CPU estão disponíveis para uso da linha de base, com uma expansão máxima de 100% de todos os 64 núcleos de CPU.

A capacidade de expansão depende do padrão de uso de CPU da instância e do uso de recursos do servidor subjacente. Se a utilização média de CPU da instância nas últimas 24 horas ficar abaixo da linha de base, o sistema permitirá que ela se expanda acima da linha de base. A expansão é limitada a um curto período para garantir que os recursos sejam gerenciados de forma justa. Como as instâncias expansíveis são recursos de computação sobrecarregados, não há garantia de que uma instância possa ser expandida exatamente quando necessário.

Depois que a expansão é finalizada pelo sistema, a instância é limitada à CPU da linha de base.

Você pode monitorar a utilização de CPU usando a métrica CpuUtilization.

Formas Suportadas

Você pode usar a seguinte forma para criar instâncias expansíveis:

  • VM.Standard.E3.Flex

OCPU, Memória, Largura de Banda da Rede e VNICs

Como as instâncias expansíveis usam formas flexíveis, você pode personalizar o número de OCPUs e a quantidade de memória alocada para uma instância expansível.

  • OCPUs: Você pode selecionar de 1 a 64 OCPUs como contagem total de OCPUs, a mesma faixa que a forma flexível VM.Standard.E3.Flex suporta.
  • Memória: A quantidade de memória é baseada no número total de OCPUs. Para cada OCPU, você pode selecionar até 64 GB de memória, a mesma proporção que a forma VM.Standard.E3.Flex suporta. Por exemplo, se você criar uma instância de 1 OCPU, poderá alocar até 64 GB de memória, independentemente da OCPU de linha de base configurada. A quantidade mínima de memória permitida é 1 GB ou um valor correspondente à contagem total de OCPUs, o que for maior. O volume máximo de memória permitido é 768 GB (observe que esse valor é menor que o valor para instâncias regulares).

    A quantidade padrão de memória atribuída depende do número de OCPUs e da linha de base selecionada. A memória padrão atribuída a instâncias bursáveis não é a mesma que a quantidade padrão de memória atribuída a instâncias não estouráveis. A memória não é expandida.

  • Largura de banda da rede: A largura de banda máxima da rede é definida em relação à OCPU da linha de base. A largura de banda máxima da rede é de 0.5 Gbps para cada OCPU de linha de base de 12.5%, com um valor máximo geral de 40 Gbps. Por exemplo, uma instância 2 OCPUs com uma linha de base de 12.5% recebe 1 Gbps. A largura de banda da rede é expandida.
  • VNICs: Você pode selecionar de 2 a 24 VNICs, dependendo do número de OCPUs. A faixa e as razões são iguais às suportadas pela forma flexível VM.Standard.E3.Flex.

A flexibilidade das instâncias expansíveis significa que você pode criar instâncias otimizadas para aplicativos pequenos ou pouco utilizados. Com a forma VM.Standard.E3.Flex, você pode criar a menor instância possível de subnúcleo ou expansível de 12.5% ou 50% de uma OCPU (1 OCPU é equivalente a 2 threads de execução de hardware ou vCPUs), com no mínimo 1 GB de memória, e ter a capacidade de expandir até 1 OCPU por um período limitado. Para cargas de trabalho maiores, você pode criar uma instância expansível com até 64 OCPUs com 12.5% de linha de base, uma memória máxima de 768 GB e ter a capacidade de expandir até 64 OCPUs por um período limitado.

Instâncias Expansíveis Versus Instâncias Regulares

Com instâncias expansíveis e instâncias flexíveis regulares, você pode otimizar a instância para sua carga de trabalho. No entanto, instâncias expansíveis e regulares têm várias diferenças.

Instâncias Expansíveis Instâncias Flexíveis Regulares
Para que servem Permitem que você otimize seus custos para cargas de trabalho que exigem utilização mínima de recursos na maior parte do tempo. O host da VM física está sobrecarregado; portanto, não há garantia de que uma instância possa ser expandida. Permitem que você personalize o número de OCPUs e a quantidade de memória para cargas de trabalho que exigem acesso garantido à quantidade total de OCPUs. O host da VM física não está sobrecarregado.
Como é o dimensionamento A instância dimensiona dinamicamente as OPCUs disponíveis entre uma linha de base e um número máximo que você define. Redimensione a instância quando quiser dimensionar as OCPUs e a memória.
Qual a rapidez do dimensionamento Amplie e reduza rapidamente para lidar com picos temporários na carga de trabalho. Leve mais tempo para ampliar e reduzir, mas pode lidar com a alta utilização de recursos por um período sustentado.

Compare as instâncias expansíveis com as instâncias regulares: Se você criar uma instância regular com 1 OCPU usando a forma VM.Standard.E3.Flex, será necessário provisionar um núcleo inteiro. Se você criar uma instância usando a forma VM.Standard.E2.1.Micro Always Free, a instância será alocada com menos de uma OCPU completa, mas não terá uma quantidade flexível de memória e não poderá ser expandida.

Limitações e Considerações

Lembre-se das seguintes informações:

  • Como o host da VM física está sobrecarregado, não há garantia de que uma instância poderá ser expandida. Para cargas de trabalho críticas ou de produção que exijam a utilização completa da OCPU, você deverá usar uma instância regular.
  • A largura de banda da rede está sobrecarregada; portanto, não há garantia de que a instância possa usar a largura de banda máxima.
  • A memória não é expandida.
  • Serão suportadas Imagens personalizadas se a OCPU de linha de base atender aos requisitos mínimos para a imagem.
  • Cada instância expansível pode ter um endereço IP público efêmero. Se precisar de IPs públicos adicionais, designe IPs públicos reservados à instância.
  • Você pode anexar quatro volumes em blocos para cada OCPU de linha de base de 12.5%, até o limite máximo.
  • As instâncias expansíveis devem usar rede paravirtualizada. Se você criar uma instância regular usando a rede SR-IOV (o padrão para instâncias VM.Standard. E3. Flex regulares) e quiser alterar a instância para uma expansível, altere o tipo de rede também para paravirtualizado.
  • Não há suporte para instâncias expansíveis em hosts de máquina virtual dedicados, reservas de capacidade ou capacidade previsível.
  • Os limites de serviço e as cotas de compartimento de uma instância expansível contam as OCPUs de linha de base configuradas para a instância, independentemente do uso real. As instâncias expansíveis e regulares compartilham os mesmos limites de serviço e cotas de compartimento com base na forma da instância.

Faturamento

As instâncias expansíveis custam menos que as instâncias regulares com a mesma contagem total de OCPUs. As instâncias expansíveis são cobradas de acordo com a OCPU de linha de base. A cobrança de uma instância expansível é a mesmo, independentemente de a utilização real da CPU estar na linha de base, abaixo dela ou se expande acima dela. Compare isso com instâncias regulares, que são cobradas pela contagem total de OCPUs, mesmo que seu uso seja menor.

Por exemplo, se você criar uma instância VM.Standard. E3.Flex com 1 OCPU e uma linha de base de 12.5%, será cobrado 12.5% de uma OCPU E3 Padrão a cada hora, independentemente de sua utilização real da CPU estar abaixo de 12.5% de 1 OCPU ou se expande até a 1 OCPU completa.

Os custos de licença do Windows Server também são cobrados de acordo com a OCPU de linha de base.

A memória é cobrada com base na quantidade de memória configurada para a instância, a mesma das instâncias regulares.

Para obter mais informações sobre faturamento, consulte a seção Oracle Compute Cloud Services das Descrições do Oracle PaaS e IaaS Universal Credits Service.

Criando uma Instância Expansível

Ao criar uma instância, você especifica se ela é expansível. Você também pode editar uma instância regular existente para torná-la uma instância expansível.

Usando a Console:

  1. Siga as etapas para criar uma instância, até a seção Forma.
  2. Clique em Alterar forma.
  3. Na seção Série de formas, selecione AMD.
  4. Selecione a forma VM.Standard.E3.Flex.
  5. Para Número de OCPUs, escolha o número máximo de OCPUs para a instância a ser expandida.
  6. Marque a caixa de seleção Expansível.
  7. Na lista Linha de base de expansível por OCPU, selecione a utilização de CPU de linha de base para a instância. Esse valor é o percentual de OCPUs que você deseja usar a maior parte do tempo.

    Por exemplo, uma linha de base de 12.5% significa que a instância tem até 12.5% da contagem total de OCPUs disponíveis para uso da linha de base (ou seja, uso normal quando a instância não está sendo expandida). Para uma instância com 1 OCPU, uma linha de base de 12.5% significa que até 1/8 de uma OCPU está disponível para uso da linha de base.

  8. Para Quantidade de memória, escolha a quantidade de memória que deseja alocar para esta instância arrastando o controle deslizante. A memória máxima que você pode escolher depende do número de OCPUs e da linha de base selecionada. A quantidade padrão de memória atribuída depende do número de OCPUs e da linha de base selecionada. A memória padrão atribuída a instâncias bursáveis não é a mesma que a quantidade padrão de memória atribuída a instâncias não estouráveis. A memória NÃO é expandida.
  9. Clique em Selecionar forma.
  10. Finalize a criação da sua instância e clique em Criar.

Usando a API: Use a operação LaunchInstance, especificando a OCPU de linha de base no atributo baselineOcpuUtilization.