Configuração do Adaptador de Arquivo Incremental no Gerenciamento de Dados

Nota:

As opções ao definir a Regra de Carregamento de Dados no Gerenciamento de Dados permitem que você decida se vai carregar somente dados incrementais no Workforce ou vai carregar todos os dados todas as vezes.

Para configurar um arquivo de origem de dados incremental:

  1. Adicione uma origem de dados incremental:
    1. Na página Início, clique em Navegador e, em Integração, clique em Gerenciamento de Dados.
    2. Clique na guia Configuração e, em Registrar, clique em Aplicativo de Destino.

    3. Em Resumo do Aplicativo de Destino, clique em Adicionar e em Origem de Dados.

    4. Em Sistema de Origem, selecione Arquivo Incremental.
    5. Em Prefixo, você pode especificar um prefixo para tornar exclusivo o nome do sistema de origem.

      Use um prefixo quando o nome do sistema de origem que desejar adicionar se basear em um nome de sistema de origem existente. O prefixo une-se ao nome existente. Por exemplo, se desejar nomear um sistema de origem de arquivo incremental com o mesmo nome de um que já existe, você poderá atribuir as suas iniciais como o prefixo.

    6. Clique em OK.
    7. Na caixa de diálogo Selecionar, selecione o arquivo de carregamento de dados de origem na Caixa de Entrada. Se o arquivo estiver ausente, clique em Fazer Upload para adicioná-lo à Caixa de Entrada (server /u03/inbox/inbox).

      Talvez você precisa expandir a pasta Início e, em seguida, selecionar Caixa de Entrada para ver a listagem do arquivo de origem. O arquivo deve ser delimitado usando um dos delimitadores suportados, assim como deve conter um registro de cabeçalho para cada dimensão na primeira linha. O campo de dados é a última coluna no arquivo. Consulte Preparação do Arquivo de Dados de Origem.

    8. Clique em OK e em Salvar.

      O sistema cria automaticamente os detalhes da dimensão.

  2. Configure o Formato de Importação, que descreve a estrutura do arquivo de origem e é executado quando o arquivo de origem é importado:
    1. Na guia Configuração, em Configuração da Integração, clique em Formato de Importação.
    2. Em Resumo do Formato de Importação, clique em Adicionar.
    3. Em Detalhes, insira um nome para o Formato de Importação.
    4. Em Origem, navegue para selecionar a sua origem.
    5. Em Tipo de Arquivo, selecione o tipo de arquivo delimitado.

      A Oracle recomenda selecionar Todos os Tipos de Dados – Delimitados, que é comum para carregar texto, bem como dados numéricos.

    6. Na lista suspensa Arquivo Delimitador, selecione o tipo de delimitador no arquivo de dados de origem: vírgula, barra vertical, exclamação, ponto e vírgula, dois-pontos, tabulação e til.
    7. Em Destino, navegue para selecionar o seu aplicativo Planning e clique em Salvar.
    8. Em Mapeamentos, mapeie dimensões entre a Coluna de Origem e o aplicativo de destino e, em seguida, clique em Salvar.

      A Coluna de Origem é preenchida com as dimensões da linha de cabeçalho em seu arquivo de dados de origem.

      Nota:

      Apenas os carregamentos de período único são suportados.

      Para obter mais informações sobre Formatos de Importação, consulte Como Trabalhar com Formatos de Importação em Administração do Gerenciamento de Dados para Oracle Enterprise Performance Management Cloud .

  3. Defina o Local, que é o nível no qual um carregamento de dados é executado no Gerenciamento de Dados. O Local especifica onde carregar os dados e se está associado ao Formato de Importação.
    1. Na guia Configuração , em Configuração de Integração, selecione Local.
    2. Em Local, clique em Adicionar.
    3. Em Detalhes, na guia Detalhes do Local, insira um nome para o Local.
    4. Navegue para selecionar o Formato de Importação.
    5. Informe a Moeda Funcional e clique em Salvar.

    Para obter mais informações, consulte Definição de Locais em Administração do Gerenciamento de Dados para Oracle Enterprise Performance Management Cloud .

  4. Crie mapeamentos de membro:
    1. Na guia Workflow , em Carregamento de Dados, selecione Mapeamento do Carregamento de Dados.
    2. Na parte inferior da página, verifique o PDV do Local.
      1. Clique no link de Local, que mostra a caixa de diálogo Selecionar Ponto de Vista.
      2. Selecione o seu Local, Período e Categoria (Cenário).
      3. Opcional: Selecione Definir como Padrão para reter esse PDV.
      4. Clique em OK.
    3. Mapeie os membros da origem que você está carregando para o aplicativo de destino:
      1. Na parte superior da página, em Dimensão, selecione uma dimensão no arquivo de origem.
      2. Clique em uma das cinco guias de mapeamento de membro (por exemplo, a guia Como) e clique em Adicionar.
      3. Insira um asterisco (*) na coluna Valor de Origem e também na coluna Valor Alvo para representar todos os valores.
      4. Clique em Salvar após o mapeamento de membros para cada dimensão.

        Você deve criar um mapeamento de membro para cada dimensão no arquivo de dados de origem.

        Para obter mais informações, consulte Criação de Mapeamentos de Membro em Administração do Gerenciamento de Dados para Oracle Enterprise Performance Management Cloud .

  5. Selecione a regra de carregamento de dados: Na guia Workflow, em Carregamento de Dados, selecione Regra de Carregamento de Dados.
    1. Na parte inferior da página, verifique o PDV para o Local, assim como você fez na Etapa 4b.
    2. Na área Resumo da Regra de Dados, clique em Adicionar.
    3. Em Detalhes, insira o nome da regra de carregamento de dados.
    4. Em Categoria, selecione a categoria para mapear os dados do sistema de origem para os membros de Cenário do destino.
    5. Em Tipo de Mapeamento de Período, selecione Padrão.
    6. Não é preciso especificar um Formato de Importação, pois é usado o Formato de Importação do Local. Especifique um Formato de Importação somente quando desejar substituir o Formato de Importação para o Local.
    7. Na lista suspensa Tipo de Plano Alvo, selecione OEP_WFP.
    8. Na guia Filtros de Origem, no Arquivo de Origem, navegue para selecionar o arquivo de dados que contém os dados que você está carregando. Pode ser o mesmo do qual você criou o aplicativo de origem de dados ou outro arquivo que tenha dados, bem como o cabeçalho apropriado.

      Ele pode ter o mesmo nome do arquivo original ou pode ter um novo nome. As diferenças no arquivo de carregamento incremental são criadas automaticamente entre os dois arquivos carregados. Assim, se o arquivo A.txt tiver 100 linhas e o arquivo B.txt tiver 300 linhas, e as 100 primeiras forem idênticas, seu primeiro carregamento deverá selecionar o arquivo A.txt quando o ID do Último Processo for 0. O segundo carregamento será em relação ao arquivo B.txt, e o ID apontará automaticamente para o ID do Último Processo que foi atribuído ao A.

    9. Em Opção de Processamento Incremental, selecione se os dados devem ser classificados no arquivo de origem:
      • Não classificar o arquivo de origem – O arquivo de origem é comparado conforme fornecido. Essa opção supõe que o arquivo de origem seja gerado na mesma ordem de classificação toda vez. Gerenciamento de Dados compara os arquivos e, em seguida, extrai os registros novos e alterados. Essa opção acelera o carregamento de arquivo incremental.
      • Classificar arquivo de origem – O Gerenciamento de Dados classifica o arquivo de origem antes de executar a comparação do arquivo em busca de alterações. O arquivo classificado é então comparado com a versão classificada anterior desse arquivo. A classificação de um arquivo grande consome muitos recursos do sistema. Se o sistema de origem fornecer um arquivo classificado, evite usar essa opção porque ela consome recursos do computador e diminui o desempenho.

        Nota:

        Se você tiver uma regra que use a opção Não classificar o arquivo de origem e alternar para uma opção de classificação, o primeiro carregamento terá resultados inválidos, pois os arquivos estão em ordem diferente. As execuções subsequentes carregam dados corretamente.

      • Revise o valor de ID do Último Processo.

        Quando o carregamento é executado pela primeira vez para o arquivo de dados original, o ID do Último Processo mostra o valor de 0. Quando o carregamento é executado novamente, o ID do Último Processo mostra o número de execução do último carregamento para o arquivo original de dados de origem. Se a versão de comparação do arquivo recentemente criado e o arquivo de dados original não mostrar diferenças, ou se o arquivo não for encontrado, o valor do ID do Último Processo será atribuído ao ID do último carregamento que foi executado com sucesso.

        Para recarregar todos os dados, defina o ID do Último Processo de volta para 0 e selecione um novo arquivo de origem para redefinir a linha de base.

        Nota:

        As cópias do arquivo de dados de origem são arquivadas apenas para as últimas 5 versões e retidas por 60 dias, no máximo. Após 60 dias, defina o ID do Último Processo para 0 e execute o carregamento.
    10. Clique em Salvar.
  6. Selecione o Método de Carregamento para o aplicativo de destino e adicione as regras de negócios do Workforce que executam a lógica do carregamento incremental quando a regra de carregamento de dados é executada:
    1. Clique na guia Configuração e, em Registrar, clique em Aplicativo de Destino.
    2. Em Resumo do Aplicativo de Destino, na coluna Tipo, selecione Planning.
    3. Em Detalhes do Aplicativo, clique na guia Opções de Aplicativo.
    4. Para Método de Carregamento, selecione Todos os tipos de dados com segurança e clique em OK.
    5. Clique na guia Regras de Negócios e clique em Adicionar.
    6. Em Regra de Negócios, insira ou cole o nome da regra de negócios do Workforce.

      Para obter informações sobre regras do Workforce, consulte Como Decidir Quais Regras do Workforce Adicionar. Para obter mais informações sobre como adicionar regras de negócios no Gerenciamento de Dados, consulte Adição de Regras de Negócios em Administração do Gerenciamento de Dados para Oracle Enterprise Performance Management Cloud .

    7. Em Escopo, selecione Regra de Dados.
    8. Em Regra de Carregamento de Dados, selecione a regra de carregamento de dados criada e clique em Salvar.
  7. Visualize os dados antes de exportá-los.
    1. Clique na guia Workflow e em Regra de Carregamento de Dados.
    2. Clique em Executar.
    3. Na caixa de diálogo Regra de Execução, selecione Importar da Origem e verifique o Período de Início e o Período de Término.

      Para enviar de fato os dados incrementais ao aplicativo de destino, você também pode selecionar Exportar para Destino.

    4. Clique em Executar.

    Consulte Como Usar o Workbench de Carregamento de Dados em Administração do Gerenciamento de Dados para Oracle Enterprise Performance Management Cloud .

  8. Agora você está pronto para executar o carregamento de dados incremental. Consulte Execução de um Carregamento de Dados Incremental do Workforce.

Dica:

Após o carregamento de dados, para atualizar e processar dados rapidamente sobre vários padrões de entidade, funcionários ou jobs existentes no Workforce, você pode usar os formulários Atualização em Massa. Esses formulários permitem que você revise e edite rapidamente padrões de entidade, jobs e funcionários depois que os dados são carregados. Projetado para excelente eficiência de processamento, cada formulário é associado a uma regra Groovy que processa apenas os dados alterados. Consulte Atualização de Vários Detalhes de Jobs e Funcionários em Como Trabalhar com os Módulos do Planning .