Diagnóstico de Problemas de Desempenho e Erros de Relatório do Financial Reporting

Os relatórios do Financial Reporting com design ineficiente podem gerar várias solicitações MDX ou consultas do Essbase, o que leva ao consumo de recursos significativos do Oracle Enterprise Performance Management Cloud. O consumo excessivo de recursos resulta na degradação de desempenho quando usuários simultâneos acessam tais relatórios.

Nota:

Se o seu problema for relacionado a relatórios, consulte Solução de problemas de relatórios.

A presença de vários segmentos no relatório é o principal motivo para geração de um grande número de solicitações MDX. Esta seção explica como tornar mais eficientes os relatórios do Financial Reporting com a redução do número de segmentos.

Reformulação de Relatórios: um Caso de Uso

O Relatório Original

A ilustração a seguir mostra o design do relatório original:
Exemplo do design do relatório original
Essa ilustração de relatório mostra estes elementos de design:
  • Várias linhas para cada membro Entity 100, 200, 403 e 500.

  • Cada membro Entity tem 8 linhas cada para diferentes contas.

A tabela seguinte apresenta uma exibição detalhada do design de relatório original e o design otimizado:

Design de Relatório Original Design Otimizado
Várias linhas para cada membro Entity:

100

200

300

400

Combina membros Entity em um único segmento:

100, 200, 403, 500

Cada membro Entity tem 8 linhas cada para diferentes contas. Exemplo para o membro 100:

100 = Children of 1100

100 = 1100

100= Children of 1200

100=1200

100 = Children of 1300

100 = 1300 100 =Children of 1400

100 = 1400

Combina todos os segmentos de todos os membros em um único segmento:

Entity members 100,200,403,500=Children of 11

O Relatório Otimizado

A ilustração a seguir mostra o design de relatório otimizado, que reduz o número de segmentos. A redução do número de segmentos agiliza a execução do relatório ao diminuir o número de solicitações MDX:
Exemplo de um relatório reformulado

Outras Considerações Importantes sobre o Design do Relatório

  • Se possível, projete relatórios com base em cubos ASO. Crie relatórios com base em cubos BSO somente se não houver cubos ASO disponíveis.
  • Sempre selecione Blocos Ausentes em Supressão para garantir que blocos ausentes não sejam incluídos no relatório.
  • Minimize o número de linhas e colunas. Melhor prática: use dimensões densas para colunas e dimensões esparsas para linhas.
  • Projete relatórios para consultar no nível filho obrigatório dos membros, em vez de no nível pai.
  • Se possível, evite relatórios do tipo relacional (relatórios com várias dimensões de linha expandidas usando funções) com uma grande combinação de membros. A execução de relatórios grandes pode levar muito tempo (ou eles podem nem ser executados). Um relatório é considerado grande quando o número de células passa de dez mil. É como tratar o Financial Reporting como uma ferramenta de extração de dados de larga escala, o que ele não é.
  • Evite relatórios com um grande número de células com funções de texto (por exemplo, CellText, PlanningAnnotations e ListOfCellDocuments) que recuperam metadados adicionais da origem de dados.
  • Use o PDV atual, prompts ou livros, em vez da dimensão Page; todos os membros de Page são recuperados de uma vez na execução do relatório.
  • Considere e teste o impacto da Formatação Condicional e Supressão Condicional, que podem afetar o desempenho, dependendo do tamanho do relatório. O desempenho é condicionado aos tipos de critério e à frequência com a qual eles são usados no relatório. Os critérios que fazem parte dos metadados ou da consulta de dados, por exemplo, valor de dados, nome do membro e alias ou descrição do membro, são renderizados rapidamente. Com relatórios grandes, minimize o uso dos critérios que não fazem parte dos metadados regulares ou da consulta de dados. Os exemplos de tais critérios incluem geração, nível, tipo de conta e valor do atributo.
  • Considere o layout da dimensão. Por exemplo, analise o que pode ser movido do PDV ou da página para o corpo do relatório.
  • Sempre elabore um relatório simétrico (em vez de assimétrico). As consultas do Essbase podem ser simétricas ou assimétricas. As consultas simétricas são aquelas em que os membros consultados em linhas ou colunas têm layout de dimensões cruzadas. As consultas assimétricas são aquelas em que o layout de dimensões cruzadas dos membros que estão sendo consultados muda nas colunas ou nas linhas.

    Ao encontrar uma consulta assimétrica, o mecanismo de consulta híbrida do Essbase, que processa apenas grades simétricas, quebra-a automaticamente em várias grades simétricas. Essas grades simétricas são processadas uma a uma e depois retornadas no formulário assimétrico original, o que torna o processo menos eficiente.

Revisar Alterações de Aplicativo Recentes

Identifique se as alterações recentes no aplicativo fazem com que a geração de relatório fique lenta. Isso pode ser feito comparando as informações na tabela Tamanho do Aplicativo no Relatório de Atividades atual com as informações no Relatório de Atividades de uma data anterior, quando o relatório estava funcionando bem. Revise também as alterações recentes feitas no design e no uso do relatório, a fim de verificar se tais alterações não afetaram o relatório.

Como Obter Ajuda

Após a otimização do relatório para reduzir o número de solicitações MDX, se você não notar melhorias no desempenho, procure ajuda do Suporte Oracle:

  • Use o utilitário Fornecer Feedback para coletar as informações que o Suporte Oracle precisa para identificar e corrigir seu problema. Certifique-se de consentir o envio do snapshot à Oracle. Consulte Criação de um Envio para Fornecer Feedback.
  • Envie uma solicitação de serviço técnico indicando o número de referência que o utilitário Fornecer Feedback criou. Consulte Envio de uma Solicitação de Serviço Técnico.

    Na solicitação de serviço, responda a estas perguntas:

    1. Quando o problema foi notado pela primeira vez?
    2. Houve alguma alteração recente no aplicativo ou no uso que poderia ter causado esse problema?

    Forneça as informações a seguir junto com a solicitação de serviço:

    • Snapshot do ambiente, se disponível, da última vez em que o relatório financeiro estava funcionando ou sendo executado como esperado.
    • Nome do relatório ou do livro de relatórios. Se esse for um livro de relatórios, identifique o relatório que apresentou o problema.
    • Todos os PDVs.
    • Variáveis de substituição e usuário em uso.
    • Linhas e colunas que têm o problema.
    • Tempo esperado e real de geração de relatório.
    • Se você está na fase de produção (em oposição à fase de implementação ou de teste)
    • Se esse problema está paralisando a execução das suas operações de negócios essenciais; por exemplo, se está impedindo você de fechar um ciclo financeiro atual ou de criar relatórios de gerenciamento urgentes.